Bem-vindo às Aldeias de PortugalVisite as Aldeias de Portugal
Contacte-nosPortuguês
info@aldeiasdeportugal.ptEnglish

VENHA DESCOBRIR A ALDEIA DE Branda da Aveleira

Situada na entrada do Parque Nacional da Peneda-Gerês, Branda da Aveleira, na freguesia de Gave, concelho de Melgaço, representa a tipicidade da região e o "modus vivendi" de uma época. Caracterizada por uma paisagem e um conjunto arquitectónico de enorme beleza, a aldeia é o testemunho de uma tradição agrícola e cultural de grande valor antropológico, que a torna muito especial e singular.

O meio envolvente...

A transumância de pessoas e animais, de acordo com as estações do ano, obrigou as gentes desta aldeia a ter dois lares - a branda para os Verões e a inverneira para os Invernos.
Branda da Aveleira é constituída por um conjunto de casas rústicas, muito típicas, designadas por cardenhas, tendo sido algumas delas recuperadas para turismo, mantendo a sua traça original e decoradas com mobiliário rústico.
A diversidade paisagística da aldeia resulta de diferentes conjuntos arbóreos, como o castanheiro, o vidoeiro e o carvalho, resistindo ainda exemplares do antigo sub-bosque da floresta primitiva, como o amieiro, o loureiro e o azevinho. A morfologia é caracterizada por outeiros e leiras com alguns afloramentos rochosos de granito e xisto, atravessados por alguns cursos de água que vão iniciar e dar consistência ao rio Vez.
Toda esta variedade paisagística pode ser apreciada pelos visitantes que optem por cumprir o percurso megalítico. Depois, podem recuperar as forças com a gastronomia local, em que se destaca a broa de milho, o cabrito à moda da Serra e os produtos de fumeiro.

Descubra as aldeias de Portugal

Reserve já


Como chegar

Aldeia de Portugal Do aeroporto do Porto: Siga pela A3 em direcção a Braga/Valença e continue cerca de 100km sempre em direcção a Valença. Cerca de 5,5 km após as portagens vire à direita em direcção a Valença e continue pela N202, durante cerca de 40km em direcção a Melgaço. Em Melgaço tome a direcção de Castro Laboreiro/Lamas de Mouro e continue cerca de 19 km até à localidade de Lamas de Mouro. Em Lamas de Mouro vire à direita em direcção a “Branda da Aveleira” siga durante 8.5km até encontrar um entroncamento. Aí vire novamente á direita e continue mais 2,2 km até chegar a “Branda da Aveleira”. Para alcançar o centro da Aldeia: na estrada vire à esquerda, passe junto à capela de N. Sra. da Guia e continue por um caminho empedrado cerca de 500 metros.
Coordenadas GPS (posto de atendimento): 41°59'40.98"N 08°16'49.00"O

Facilidades & Equipamentos

Facilidades da AldeiaAs Aldeias de Portugal, pelas suas condicionantes geográficas, nem sempre estão providas da totalidade dos equipamentos e facilidades que habitualmente encontramos nos centros urbanos. Para que a sua estada nas Aldeias seja o mais agradável possível, deixamos aqui a lista de facilidades e equipamentos que encontrará na Aldeia e proximidades.

Património Cultural & Natural

Património Cutural e Natural da AldeiaNão há terras que nos digam mais sobre as nossas origens, são muitas as construções e os achados que nos dão conta da presença milenar do Homem. Descubra as formas de viver e de sentir destas gentes, a cultura, as artes, a gastronomia e os ofícios tradicionais ancestralmente praticados e que chegaram até aos nossos dias. Estamos nas Aldeias de Portugal, com a rude beleza da terra e a serena grandeza que só o tempo dá.

História

Conheça as Aldeias de Portugal

Todos os anos, pelo menos desde o sec. XII, no inicio de Maio, os brandeiros da Freguesia da Gave sobem com os seus rebanhos para os pastos da Branda da Aveleira, Libertando desta forma os terrenos situados a altitudes mais baixas para o cultivo do Milho e do feijão. Os rebanhos são maioritariamente constituídos por gado bovino, ovino e cavalar, existindo também algum caprino.
Por definição, a Branda é o local onde se passa o tempo no verão, altura do ano em que as condições climatéricas são mais “brandas” por oposição ao que sucede durante o Inverno, altura em que os pastores regressam as suas casas na aldeia.
Quando a tradição ainda era cumprida, os brandeiros permaneciam na montanha durante todo o verão descendo alguns até á povoação ao Sábado para assistirem á missa de Domingo e levarem mantimentos para a branda.
A branda da Aveleira situada a cerca de 1100 m de altitude, onde o rio Vez se forma com as águas do ribeiro da Aveleira, Vidoeiro e Calçado, é uma zona de montanha marcada pela presença humana, onde são ainda visíveis os vestígios da era glaciar conhecida como “Glaciação de Wurm”.
Por este facto nesta Branda foi criado, o primeiro trilho geológico português, uma iniciativa do Instituto Geológico e Mineiro que se traduz em mais um atractivo para os turistas que amam a natureza.